Sede sociocultural: um local também para educação ambiental e social

Além das melhorias estruturais na sede sociocultural da APERGS, comunicadas recentemente, a questão ambiental também é uma prioridade na reformulação do lugar. Reaberto parcialmente na última sexta-feira (25), o local já recebeu a implantação da compostagem das folhas secas, por exemplo. Mas o objetivo também é torná-lo um espaço de educação ambiental e social.

Departamento de Meio Ambiente da APERGS reuniu-se na semana passada para avançar no assunto. Convidada pelo Presidente da APERGS a participar do encontro, a integrante do Departamento de Patrimônio e Sede Sociocultural Fabrícia Boscaini falou sobre as ações realizadas e compartilhou ideias com o grupo.

Na oportunidade, a Procuradora detalhou os processos já executados, como a limpeza geral e a poda da vegetação de menor porte. Para as árvores maiores, um laudo ambiental está sendo providenciado para a sua realização por uma empresa especializada, garantindo o manuseio correto e a saúde das plantas.

“A sede sociocultural tem uma riqueza ambiental incrível. São diversas espécies distribuídas por toda área. Entendemos que ela deve ser vista como um todo e isso passa pelo respeito e valorização do meio ambiente e pela consciência social”, destaca Fabrícia.

Como próximos passos, está sendo pensada a formatação de um projeto socioambiental. A ideia é construir em conjunto com o Departamento de Meio Ambiente e de Ação Social ações de educação ambiental como identificação da flora existente, áreas de proteção e outras informações, para futuras visitas à sede. Além disso, a proposta é convidar estudantes para visitarem o espaço e aprenderem sobre o tema.

“Temos espaços para gestos concretos, com melhor aproveitamento de nossa sede social, recebendo alunos de escolas públicas para uma aula prática e recreativa. A importância de cuidar e preservar o meio em que vivemos é um processo de construção de conhecimento com o qual a APERGS pode e deve contribuir de forma mais objetiva”, resumiu Simone Zandoná Lima, integrante do Departamento de Meio Ambiente.

O encontro de quinta-feira (24) foi integrado pelo Presidente da APERGS, Carlos Henrique Kaipper, e pela Vice-Presidente Administrativo e Financeiro, Patrícia Bernardi Dall’Acqua, que visitam o espaço com frequência para monitorar de perto o andamento de todas as melhorias que estão sendo feitas no local.

Também participaram da reunião a Vice-Presidente de Núcleos Luciane Buaes Dorneles, que integra o Departamento de Meio Ambiente, e as Procuradoras Paula da Silva Rodrigues Brum Marques e Márcia dos Anjos Manoel.