Na mídia

Diretora do Departamento de Teletrabalho da APERGS, a Procuradora do Estado Elisa Berton Eidt afirma em artigo que a modalidade veio para ficar — e será um benefício para toda a sociedade. A análise foi publicada no Jornal do Comércio, na sexta-feira (17/09).

A implementação definitiva do teletrabalho para os(as) Procuradores(as) do Estado que desejarem atuar nesta modalidade é uma prioridade da APERGS. Em 2020, a Associação promoveu uma campanha virtual reforçando seus benefícios. Além disso, levou a pauta ao Gabinete da PGE-RS em diversas reuniões. A expectativa da Associação é que o projeto-piloto da Procuradoria (que inegavelmente já é um avanço) seja ampliado o quanto antesClique aqui e confira o artigo na íntegra.