APERGS discute parcerias com a Central Única das Favelas

Fundada há mais de 20 anos, a CUFA (Central Única das Favelas) é uma iniciativa que surgiu no Rio de Janeiro, promovendo ações de caráter social, educacional, esportivo e cultural entre a população das favelas, gerando cidadania, inclusão e capacitação, especialmente para adolescentes e jovens.

Na segunda-feira (5), a APERGS conheceu o Centro da Juventude Cruzeiro, em Porto Alegre, que é gerido pela CUFA e integra o Programa de Oportunidades e Direitos do Governo do Estado, em parceria com o BID. O objetivo da visita foi conhecer as atividades desenvolvidas pela CUFA, especialmente a oficina de grafite, em face da ideia de realizar um trabalho na sede sociocultural da Associação. Na ocasião, surgiram ideias de outras parcerias para ampliar essas ações conjuntas, seja com campanhas de arrecadação de recursos, seja com iniciativas que auxiliem na qualificação de pessoas em vulnerabilidade. 

“A CUFA faz um trabalho muito importante, com cursos em diversas áreas e ações que auxiliam na construção da cidadania. Ao lado dos Departamentos de Ação Social e Direitos Humanos, a APERGS terá muito a contribuir para fortalecer esses movimentos”, destaca a Vice-Presidente Administrativo e Financeiro, Patrícia Dall’Acqua, que visitou a entidade ao lado da Procuradora Fabrícia Boscaini, do Departamento de Patrimônio e Sede Sociocultural. Estiveram presentes também Daniel dos Santos, Coordenador Geral da CUFA/RS; Cristina Gamino Gomes Tonial, Coordenadora-Geral; Maria Margareth de Abreu, Coordenadora Socio-Profissional; e Thalisson Silveira da Silva, Coordenador Socio-Afirmativo do Centro.